Preocupações da Endometriose

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Preocupações da Endometriose

Neste artigo, iremos discutir algumas causas das preocupações da endometriose mais comuns entre as pacientes. As frases em negrito que você irá encontrar no decorrer do texto são palavras que algumas endo-guerreiras já podem ter pensado ou ouviram de alguma amiga na mesma situação.

É comum sentir-se ansiosa ou preocupada, pois com uma condição crônica você não se sente a mesma pessoa que era antes. Talvez você esteja se perguntando quanto tempo levará para se sentir “normal” ou se um dia isso voltará a acontecer.

“Não há nada que eu possa fazer para que isso desapareça”

Enquanto você tenta controlar o que pode e evitar o pior de sua condição, há muito mais situações fora do seu controle. Quando se trata de progressão e recorrência , você pode se perguntar o que acontecerá nos próximos cinco, dez, quinze anos. Pode ser assustador imaginar como os sintomas e os efeitos colaterais podem mudar ou se intensificar com o tempo.

“Não conseguir fazer nada do jeito que eu costumava fazer”

Isso pode ser mais óbvio quando se trata de prestar contas aos outros. Algumas pacientes também mencionam faltar ao trabalho e serem menos capazes de cuidar de seus filhos, cônjuges e familiares idosos. No dia a dia, há os desafios das tarefas domésticas, as dificuldades de continuar antigos hobbies e a pressão para estar lá para os outros da mesma maneira que você costumava estar.

“Eu gostaria de poder participar da vida”

As mudanças sociais muitas vezes são as mais perceptíveis, afinal é comum que a endometriose não nos permita estar disponível ou agir com a espontaneidade de outrora. Entrar no carro para uma viagem de última hora pode ser coisa do passado ou pelo menos muito mais complicado do que costumava ser.

“Ressentida que sua vida mudou”

Sair para comer pode se tornar uma provação. Um dia na praia pode ser mais estressante do que divertido. Outros podem não entender o grau em que sua vida mudou, do exercício à intimidade e às tarefas diárias.

Muitas pacientes também expressam sentimentos de impotência e preocupação exacerbada com o futuro, principalmente quando não enxergam esperança de cura.

Preocupações da Endometriose: buscando apoio

Pode ser útil lembrar que você não é a única a se sentir assim. Caso sua família e amigos sejam solidários, considere compartilhar algumas dessas preocupações da endometriose com eles. Às vezes, eles não conseguirão entender, caso em que grupos de suporte e fóruns on-line podem fornecer um lugar para desabafar. Caso sua ansiedade esteja interferindo na vida diária, você pode achar útil sessões de terapia e apoio de outros profissionais.

Aqui estão algumas ideias para lidar com a ansiedade:

  • Quando estiver se sentindo limitada ou frustrada, faça uma lista do que você faz bem. Pode ser algo concreto, como suas habilidades de dança ou algo sutil, como empatia ou determinação.
  • Exercite-se do jeito que dá! Isso pode incluir exercícios mais silenciosos, como meditação, alongamento ou ioga.
  • Dê um tempo à sua mente, mas faça algo que você realmente goste, não apenas uma distração temporária.
  • Crie ou faça algo para outra pessoa. Isso pode ajudá-la a sair de sua própria cabeça e se sentir produtiva.

Tenha em mente que ajuda profissional é fundamental, assim como construir uma rede de apoio com pessoas de confiança que estejam enfrentando os mesmos desafios que você.

Sempre que precisar, saiba que você também pode contar com toda a equipe da Clínica Ayroza Ribeiro. Nossa abordagem multidisciplinar é um diferencial importante no diagnóstico e tratamento da endometriose.

Converse, desabafe e cuide da saúde com exercícios e alimentação. As preocupações da endometriose fazem parte desta batalha, mas é possível aprender a lidar com elas.

Lembre-se: você nunca está sozinha!