Endometriose nos Rins e Bexiga

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Endometriose nos rins e bexiga

Neste artigo iremos falar sobre endometriose nos rins e bexiga, seus sintomas e possíveis tratamentos. Vale a leitura.

A endometriose é bem conhecida por causar problemas na região pélvica, como menstruações dolorosas e dores incapacitantes. Como se esses sintomas não fossem difíceis o bastante, a doença também pode aparecer em outras partes do corpo, como o trato urinário. 

O trato urinário inclui todos os órgãos que lidam com a urina: dois rins, dois ureteres (os tubos que conectam os rins à bexiga), a bexiga urinária (a bolsa que armazena a urina, na parte inferior do ventre) e a uretra (o tubo que transporta a urina da bexiga para fora do corpo). 

A endometriose no trato urinário é incomum, afetando 12% das pacientes. Mulheres com endometriose infiltrativa profunda são mais propensas a ter endometriose do trato urinário.

Endometriose na bexiga

No trato urinário, a bexiga é o local mais comum para endometriose. Pode se desenvolver na superfície externa da bexiga ou no interior dela. Isso pode causar micção frequente (sentir que você precisa esvaziar a bexiga com mais frequência do que o normal) e urgência urinária (uma sensação de que você precisa ir ao banheiro urgentemente). 

Você também pode ter dor na bexiga (na parte inferior da barriga, logo acima do osso púbico) ou ao esvaziar a bexiga, pode ser que ocorra a presença de sangue na urina. Os sintomas parecem bastante com uma infecção do trato urinário (ITU). Geralmente a sintomatologia piora progressivamente antes e durante a menstruação e tende a melhorar depois dela.

A endometriose às vezes danifica o ureter e o bloqueia, fazendo com que a parte do ureter acima do bloqueio se estique (como um balão de água cheio). Isso é mais comum no lado esquerdo.

A paciente pode não sentir sinal algum de que isso esteja acontecendo ou pode apenas notar seus sintomas habituais de endometriose. Também pode parecer uma pedra nos rins, com dor no meio e na parte inferior das costas, ou como endometriose da bexiga. Se o bloqueio persistir por muito tempo, também pode prejudicar o rim.

Endometriose nos rins

Em casos raros, a endometriose se forma dentro ou nos próprios rins. Por exemplo, cistos cheios de sangue podem crescer em um dos órgãos, como os cistos de chocolate que a endometriose causa nos ovários.

Sintomas

Como a endometriose do trato urinário pode não causar nenhum sintoma, ou pode apenas parecer sua endometriose habitual, costuma ser difícil realizar um diagnóstico assertivo. Seu médico pode começar com um exame pélvico, um exame de urina e possivelmente alguns exames de sangue. 

Eles também podem recomendar um ultrassom, tomografia computadorizada ou ressonância magnética da área renal. Um especialista em urologia pode fazer um teste chamado cistoscopia: usar uma pequena câmera para olhar dentro da bexiga.

Opções de tratamento para endometriose nos rins e bexiga

As opções de tratamento dependerão da sua situação de cada caso. Medicamentos podem ajudar com desconforto na bexiga e podem diminuir o tamanho das lesões de endometriose. Em alguns casos, um pequeno tubo pode ser colocado no ureter para mantê-lo aberto, impedindo seu bloqueio. 

O profissional de saúde pode recomendar uma laparoscopia se a causa do problema não for clara ou quando o ureter estiver completamente bloqueado. Ele também podem sugerir uma combinação de cirurgia e tratamentos hormonais.

Como a endometriose do trato urinário afeta várias áreas do corpo, seu ginecologista pode trabalhar em estreita colaboração com outros especialistas para obter os cuidados ideais. A abordagem multidisciplinar é fundamental no tratamento da endometriose nos rins e bexiga. Certifique-se de que os membros de sua equipe estejam se comunicando bem para que, juntos, você possa criar o plano que é melhor para você.

Aqui na Clínica Ayroza Ribeiro nós trabalhamos com diferentes profissionais para poder oferecer o melhor tratamento para nossas pacientes. Caso tenha alguma dúvida, fale com a gente. Estamos sempre à disposição.