fbpx

Útero deslocado pode causar muita dor

Útero deslocado pode causar muita dor

Neste artigo iremos falar sobre aspectos relacionados ao útero deslocado sob a perspectiva de uma paciente que sofre com essa condição. Acompanhe o relato dela e saiba um pouco mais sobre esse assunto pouco falado.

Eu me aproximo de encontrar um novo ginecologista com esperança e pavor. Anseio por respostas sobre a dor da minha endometriose, mas temo que não me digam nada de novo. Para minha surpresa, meu último médico me informou de algo que eu nunca tinha ouvido falar: meu útero está um pouco deslocado para a esquerda.

Uma história de dor no lado direito

Quando eu tinha 16 anos, fui ao hospital por causa do que presumi ser um apêndice rompido. Após um exame mais detalhado, o médico determinou que provavelmente não era uma emergência de apêndice – eu não estava com febre e não estava vomitando ou tendo diarreia. 

Perguntaram sobre minha menstruação. Quando eu disse que meu último período tinha ocorrido cerca de duas semanas antes, eles sugeriram que poderia ser dor de ovulação. Uma enfermeira simpática me deu uma injeção de algo para aliviar a dor e me mandou para casa, pedindo uma ida ao ginecologista se minha dor menstrual continuasse.

Não só continuou, como piorou. Demorou mais oito anos, mas eu fui diagnosticada cirurgicamente com endometriose aos 24 anos. Minhas cólicas eram (e ainda são) sempre terríveis – especialmente na ovulação – mas eu também não podia fazer sexo com penetração porque parecia que estava sendo esfaqueada no lado direito do meu corpo.

Mais tarde, o cirurgião removeu uma massa de tecido cicatricial que cobria completamente meu apêndice. Fiz outra cirurgia seis anos depois. No entanto, a dor do lado direito persistiu mesmo após a remoção da endometriose e as ultrassonografias futuras revelaram ovários normais. Acontece que a razão dessas dores pode estar relacionado ao meu útero deslocado.

Por que eu posso ter um útero deslocado

Eu tinha ouvido falar de um útero inclinado, quando está muito para trás ou para frente. Mas não há muita pesquisa sobre o que acontece se o útero se deslocar para um lado. Mas uma coisa é fato: se o órgão estiver fora de posição, as pacientes podem sentir dor na menstruação e no sexo. Problemas urinários, nas costas, no intestino e no quadril são outros sintomas. Pessoalmente, tenho dores regulares no quadril e na parte inferior das costas. Até minha postura acabou sendo afetada, deslocando meu quadril e costas um pouco para a esquerda.

Sempre tive dor concentrada no lado direito, mas ambas as minhas cirurgias revelaram que a maior parte da minha endometriose estava concentrada no lado esquerdo. É possível que um cisto tenha se rompido no ensino médio, criando uma massa de tecido cicatricial que contribuiu para a mudança do meu útero. Mas meu novo médico me disse que também é provável que minhas cicatrizes de endometriose “prenderam” meu útero ao lado esquerdo; isso causaria dor muscular no lado direito porque está constantemente sendo puxado.

Útero deslocado tem tratamento?

Em vez de voltar para a cirurgia, meu médico e eu concordamos em ver um especialista em assoalho pélvico. A fisioterapia poderia ajudar a manipular os músculos da pélvis para reposicionar meu útero de volta ao seu devido lugar. Não sei se este novo tratamento aliviará minha dor, mas mesmo que eu não encontre o que estou procurando, estou animada com a oportunidade de tentar.

É fundamental realizar os exames de rotina, acompanhar os sinais que o corpo emite e buscar ajuda de profissionais capacitados em saúde da mulher.

Uma abordagem multidisciplinar pode ser a chave para uma vida com menos dores, mais disposição e alegria.

Lembre-se: cuidar da saúde deve ser prioridade.